Arquivo do blog

Polícia Militar completa 195 anos: e quem ganha o presente é o povo com mais segurança.




Parabenizamos a briosa corporação da Polícia Militar que tem seus bravos guerreiros nas ruas 24hs por dia para combater o crime e guardar seu sono e seu trabalho.

A sociedade de Itabuna parabeniza a PM pelos seus 195 anos de militarismo e reitera essa data para homenagear o grande guerreiro combatente incansável Sargento Eusébio do 15° BPM de Itabuna e região e pede a volta desse combatente para as ruas de Itabuna, pois o mesmo tem nosso reconhecimento de ser um policial competente, ético e correto que nunca deixou de lutar pela ordem e a segurança de Itabuna e região. Parabéns Polícia Militar.

Fonte: Selva da Notícia

JEQUIÉ: MORADORA DO JOAQUIM ROMÃO ESTÁ DESAPARECIDA!


Boa tarde amigo Jay Santana do blog Itabuna News.

Foi confirmado o desaparecimento dessa mulher vizinha minha, mais conhecida como a esposa de Ze bundão aqui em Jequié-Ba.

A mesma reside no Alto da Bela Vista, bairro Joaquim Romão.
Ela desapareceu ontem por volta das 17 horas.
Seu esposo, Ze bundão do bar, está triste e desesperado juntamente com  familiares.
seus filhos estão de cortar o coração da falta da mãe e medo do que possa ter acontecido.

Segundo relatos a mesma teve um surto psicótico vindo assim a desaparecer.

Por favor quem a ver em qualquer lugar entre em contato com nosso amigo Jay Santana  (73.988910136) e o mesmo passará para mim o seu paradeiro.

desde já obrigada!


Att: moradora de Jequié que acompanha seu trabalho! !!!

Sara Pinheiro

MORADORES DE JEQUIÉ ENCONTRARAM UM FETO DENTRO DE UM ESGOTO!





Boa tarde amigo Jay Santana do Blog Itabuna News. 

Hoje pela tarde recebi em meu Whatsapp mais uma triste notícia. 
Algo que não é mais de se espantar, pois já virou rotineiro para essas Vag. ... que diz ser mãe. 
Só se for mãe de Satanás só assim pra explicar tamanha crueldade. 
foi encontrado um feto que pela cor da cabeça do mesmo deve ter sofrido um aborto provocado. o mesmo foi encontrado por trabalhadores que estavam desentupido um esgoto. o feto esta dento do pv no pompilio Sampaio aqui em Jequié- Ba.
segundo informações aconteceu esse fim de semana pois foi encontrado no sábado. 

Tristeza o coração dói. 
Enfim, segue vídeos e fts do acontecido.

Att. Moradora de Jequié que acompanha seu trabalho! !!
PS: peço que não divulgue os vídeos e fts do feto. cenas muito forte.

NOSSO BLOG RECEBEU AGORA ESSE TEXTO DE UMA MORADORA DE JEQUIÉ!

LISTA DE TODOS PREFEITOS DE ITABUNA!

1Olinto Batista LeonePR1° de janeiro de 190812 de fevereiro de 1912Intendente
2Antônio Gonçalves BrandãoPR12 de fevereiro de 191215 de janeiro de 1915Intendente
3Manoel Fonseca DoreaPR15 de janeiro de 191510 de setembro de 1918Intendente
4Adolfo LeitePR10 de setembro de 19189 de setembro de 1920Intendente
5Jose KruschewskyPDC9 de setembro de 192013 de janeiro de 1924Intendente
6Gileno AmadoPRD13 de janeiro de 19242 de março de 1924Intendente
7Laudelino LorenzPDC2 de março de 19241° de janeiro de 1926Intendente
8Henrique Alves dos ReisPP1° de janeiro de 19266 de junho de 1928Intendente
9Benjamin de AndradePDC6 de junho de 192815 de outubro de 1930Intendente
10Glicerio LimaPP15 de outubro de 193013 de setembro de 1932Prefeito nomeado
11Claudionor SilvestrePP13 de setembro de 193210 de novembro de 1937Prefeito nomeado
12José Nunes de Aquino[1]PDC10 de novembro de 193716 de junho de 1938Prefeito nomeado
13Godofredo Almeida[2]PP16 de junho de 193815 de julho de 1938Prefeito nomeado
14Francisco Ferreira da Silva[3]PRD15 de julho de 193821 de junho de 1945Prefeito nomeado
15João MagalhãesPP21 de junho de 194515 de outubro de 1947Prefeito nomeado
16Ubaldino Brandão[4]UDN15 de outubro de 194730 de janeiro de 1951Prefeito eleito
17Miguel Moreira[4]PSD31 de janeiro de 195130 de janeiro de 1955Prefeito eleito
18Francisco Ferreira da Silva[3]UDN31 de janeiro de 195530 de janeiro de 1959Prefeito eleito
19José Almeida Alcântara[5]PL30 de janeiro de 195930 de janeiro de 1963Prefeito eleito. Deputado estadual de 1963-1967
20Félix de Almeida MendonçaARENA31 de janeiro de 196330 de janeiro de 1967Prefeito eleito
21Jose Almeida Alcântara[5]ARENA31 de janeiro de 19677 de abril de 1968Falecimento em 7 de abril de 1968
22Raimundo LimaMDB7 de abril de 196815 de novembro de 1968Prefeito interino
23Fernando Almeida CordierARENA15 de novembro de 196831 de dezembro de 1972Prefeito eleito
24José Oduque TeixeiraMDB1° de janeiro de 197331 de dezembro de 1977Prefeito eleito
25Fernando Gomes de OliveiraMDB1° de janeiro de 197831 de dezembro de 1982Prefeito eleito
26Ubaldo Porto DantasPMDB1° de janeiro de 198331 de dezembro de 1988Prefeito eleito
27Fernando Gomes de OliveiraPMDB1º de janeiro de 198931 de dezembro de 1992Prefeito eleito
28Geraldo Simões de OliveiraPT1º de janeiro de 199331 de dezembro de 1996Prefeito eleito
29Fernando Gomes de OliveiraPTB1º de janeiro de 199731 de dezembro de 2000Prefeito eleito
30Geraldo Simões de OliveiraPT1º de janeiro de 200131 de dezembro de 2004Prefeito eleito
31Fernando Gomes de OliveiraPFL1º de janeiro de 200531 de dezembro de 2008Prefeito eleito
32José Nilton AzevedoDEM1º de janeiro de 200931 de dezembro de 2012Prefeito eleito
33Claudevane Moreira LeitePRB1º de janeiro de 201331 de dezembro de 2016Prefeito eleito
34Fernando Gomes de OliveiraSem Partido1º de janeiro de 2017AtualPrefeito eleito


Fonte: Wikipédia

HOSPITAIS FECHADOS EM ITABUNA E A CRISE ATUAL NA SAÚDE!

Fonte: Internet

O Hospital Maria Gorete já foi orgulho para o povo da Mangabinha e já serviu várias gerações de pessoas não só de Itabuna, mas também da região. Do começo dos anos 90 pra cá entrou em decadência, foi desativado e invadido por clandestinos, depois abandonado por estes, até que se tornou isso aí que vemos nessas fotos. Um triste retrato do abandono da cidade de Itabuna. (Fonte: Zé Mangabinha, Dezembro de 2008).

Fonte: Internet

Informamos que o contrato existente entre Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e a Secretaria Municipal de Saúde que garantia o funcionamento do Hospital São Lucas findou no dia 31 de maio e não foi renovado, levando a interrupção dos serviços nesta data.

 (Fonte: Políticos do Sul da Bahia, Junho de 2018).


Fonte: Internet

A suspensão no atendimento de crianças pelo Sus no Cemepi (Centro Médico Pediátrico de Itabuna) acende mais um problema na cidade: a sobrecarga no Hospital Manoel, única alternativa que restou para os pais levarem os filhos que apresentarem algum problema de saúde. (Fonte: Diário Bahia, Setembro de 2018).

Fonte: Internet


A crise na saúde de Itabuna ganhou novos contornos nesta semana. A direção do Hospital São Judas anunciou o fechamento da unidade em 21 de setembro, caso perdure a situação da falta de novos recursos. O hospital suspendeu novas internações, está praticamente sem medicamento e alimentação e ainda não pagou o décimo terceiro salário do ano passado. (Fonte: Pimenta, Setembro de 2014).


Vale dizer que além dos hospitais supracitados ainda existe a tão sonhada UPA do São Caetano ao lado do bairro Fonseca que teve um investimento de mais de 2 milhões e hoje está abandonada, deteriorada e quem pagou por este prejuízo foi a população. 



O que falar dos funcionários da Maternidade Ester Gomes, conhecida popularmente como Maternidade da Mãe Pobre, que estão há 4 meses sem receber salários e com o décimo terceiro em atraso.
A crise é tão nítida que os funcionários chegaram a divulgar em rede social uma campanha para arrecadar alimentos para ajudá-los. 
A mesma maternidade não está atendendo e por isso as crianças são direcionadas para o Hospital Manoel Novaes onde este já foi palco de muitas matérias de nosso blog devido a dificuldade em receber gestantes e ter que esperar a Regulação para enviar para outras cidades tais como as duas senhoras de Itabuna que foram para Jequié porque o hospital não tinha vagas disponíveis.












Toffoli suspende decisão do TJ/RJ que censurou especial de Natal do Porta dos Fundos

Liminar foi deferida em reclamação ajuizada pela Netflix.
O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, suspendeu nesta quinta-feira, 9, decisão de desembargador do TJ/RJ que determinado a suspensão da exibição do especial de Natal do Porta dos Fundos, na plataforma de streaming Netflix.
A decisão foi proferida na Rcl 38.782apresentada pela plataforma onde a produção humorística foi lançada em dezembro, após desembargador do TJ/RJ suspender a exibição do vídeo.



Nesta quinta-feira, 9, a deferir a tutela de urgência para suspender a decisão, o ministro Dias Toffoli lembrou que, em casos semelhantes – sobre a apreensão de livros na Bienal do Rio de Janeiro e a apresentação de cantora gospel no réveillon de Copacabana – considerou a liberdade de expressão como "condição inerente à racionalidade humana, como direito fundamental do indivíduo e corolário do regime democrático".
Segundo o presidente do STF, "a democracia somente se firma e progride em um ambiente em que diferentes convicções e visões de mundo possam ser expostas, defendidas e confrontadas umas com as outras, em um debate rico, plural e resolutivo".
Toffoli também destacou na decisão que "não se descuida da relevância do respeito à fé cristã (assim como de todas as demais crenças religiosas ou a ausência dela)", e pontuou que não é de se supor "que uma sátira humorística tenha o condão de abalar valores da fé cristã, cuja existência retrocede há mais de dois mil anos, estando insculpida na crença da maioria dos cidadãos brasileiros".
Ainda de acordo com o ministro, o STF, na ADPF 130, afirmou, a respeito do tema da liberdade de expressão, a plenitude do seu exercício como decorrência da dignidade da pessoa humana e como meio de reafirmação ou potencialização de outras liberdades constitucionais.
Esse entendimento foi reiterado em outras ocasiões, como a ADIn 4.451, que discutia a veiculação de programas de humor envolvendo candidatos, partidos e coligações.
Já em relação à liberdade de crença, Toffoli assinalou que, no julgamento da ADIn 4.439, relativa ao ensino religioso nas escolas, o Supremo estabeleceu como premissas a voluntariedade da exposição ao conteúdo e a vedação de que o Poder Público favoreça ou hierarquize um grupo em detrimento dos demais.
Confira a íntegra da liminar.
O caso
Após o lançamento do vídeo, a Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura ajuizou ACP visando à proibição da veiculação do vídeo e a condenação da produtora e da plataforma ao pagamento de indenização por danos morais, com a alegação de ofensa à honra e à dignidade "de milhões de católicos brasileiros".
O pedido foi indeferido pela juíza de Direito Adriana Sucena Monteiro Jara Moura, da 16ª vara Cível do Rio de Janeiro e pelo desembargador plantonista do TJ/RJ, que, no entanto, determinou a inserção, no início do filme e nos anúncios sobre ele, de um aviso para informar que tratava de "sátira que envolve valores caros e sagrados da fé cristã".
Na última quarta-feira, 8, o relator do agravo de instrumento da associação, desembargador Benedicto Abicar, determinou a retirada do vídeo do ar, com o argumento de que a medida seria conveniente para "acalmar ânimos".
"Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida."
STF
Na reclamação ao Supremo, a Netflix sustenta que tanto a determinação de inserção de aviso quanto a suspensão da exibição do filme são incompatíveis com entendimentos firmados pelo STF no julgamento da ADPF 130 e na ADIn 2.404, sobre a inconstitucionalidade de qualquer tipo de censura prévia e de restrição à liberdade de expressão não prevista na Constituição – entre elas a obrigação de veiculação de aviso que não seja a classificação indicativa.


Fonte: Migalhas

"Vergonhoso", diz juiz ao negar indenização a homem com sobrenome igual ao título de novela

Um homem acionou a Justiça contra a rede Globo devido à similaridade do nome da atual novela das sete e o seu sobrenome: Bom Sucesso. O pedido de indenização foi negado pelo juiz de Direito Cléverson de Araujo, do Juizado Especial Cível e Criminal da comarca de Piracaia/SP.

Por possuir o mesmo sobrenome do título da novela, o homem pleiteou uma indenização no valor de R$ 19.960. Ao analisar o pedido, o magistrado apontou ser evidente que a novela não explora a imagem ou causa algum dano ao autor da ação.
"O autor tem o mesmo sobrenome que um bairro do Rio de Janeiro que inspirou a novela produzida pelo réu. A produção artística não tem nenhum vínculo com o autor, não explora sua imagem, tampouco lhe causa qualquer espécie de dano".
O magistrado ainda considerou a pretensão indenizatório como "vergonhosa, para dizer o mínimo”.
Veja a sentença.
  • Processo: 0001840-92.2019.8.26.0450

Fonte: Migalhas